quarta-feira, novembro 04, 2015

Politicaneiro


Conheço um politiqueiro cujas vísceras da alma está tão pútrida exposta que o seu olor , de tão familiar , chega a embriagar.
Dentro do cadáver insepulto de uma alma de trôpego caráter germinam fungos da mesquinhez e do recalque .A sombra reflete o engodo de seu serzinho construído a meia luz , a meias verdades ,verdades amputadas amparadas nas amizades úteis ao seu caminhar .
Na massa pegajosa de sua dissimulação , construir com engenho e arte, o seu próprio mito , dando a ávida plateia e espetáculo de sua tragicômica existência pré-fabricada na verossimilhança de suas ruínas de caráter dúbio tão ao agrado dos humanos muito humanos -mentes ;mentes de escravos voluntários de gerações à luz negra dos caráteres moldáveis das circunstâncias .
O fogo fátuo de sua presença é o farol que aponta nas estrelas do céu diamantes de férteis  possibilidades .Pedras preciosas no pescoço de náufragos cegos por sua luz. Em torno dessa falsa luz afogam-se e sufocam suas almas acorrentadas no fundo do lado do mar salgado enquanto seus olhos que esperam ser devorados, ainda veem o seu líder velado em novas prisões personas ...a cobiça, a inveja , ...a morte.


Wilson Roberto Nogueira    

Nenhum comentário:

Loading...