terça-feira, setembro 06, 2016

Através da Copula do olvido o que antes era esquecido
no assoalho da razão a visão da alma voa pro infinito
nuvens negras negaceiam nas esquinas do firmamento
toca a viola um sólido lamento
O sol da alma não aquece o sofrimento.


Wilson Roberto Nogueira

Nenhum comentário:

Loading...