quarta-feira, agosto 05, 2015

Wilson Roberto Nogueira

deixara  no último silêncio de um lenço afogado de suores dalmas perfuradas

a lama das culpas a afundar um cego coração ,que olha a outrem olhando para  suas próprias vísceras estrelas apagadas no abismo da paixão.

Nenhum comentário:

Loading...