segunda-feira, novembro 01, 2010

Corre o olhar


ele não quer se deter

tanta destruição

Ainda se vale da fumaça

para não ver o desespero

agarrado na garganta

do urro rasgando o coração

de uma mãe carregando

a filha que poderia vir a ser

uma mãe e de filha

na sua velhice sua mãe

Restos cobertos

esperança estilhaçada.



Soldados tornavam-se assassinos

Estados degeneravam em terroristas

enquanto os próprios em meio às ruínas

uivavam saciados de rubra vitória.

Vitória ?


Wilson Roberto Nogueira
Palestina. 01 Janeiro de 2009

Nenhum comentário:

Loading...