segunda-feira, novembro 01, 2010

O que penso  não importa; repenso no remanso e na busca  morro no raso,
nada resta do pensado ,ínfimo devir natimorto;
Trôpego apego ao ego,  pé em garras tão longe das asas sonham céus que não voaram.
O destino sonda na oportunidade e só encontra vidros vazios de sonhos ,
sondas perdidas morrendo no rio.




Wilson Roberto Nogueira

Nenhum comentário:

Loading...