segunda-feira, outubro 17, 2016

Uma palavra nua de desafeto
Na frase riscante  da vertigem
Estiola o nervo da palavra

Na voz surda do desencanto


Wilson Roberto Nogueira 

Nenhum comentário:

Loading...