sábado, outubro 29, 2016

Consultarei  os arquivos perdidos na poeira da desmemória qual o autor que costumava criar palavras da junção de duas formando um forte símbolo imagético.Osvaldo, Graciliano .Agora que preciso consultar as fichas à luz do meu neurônio paradista mostra-se na escuridão a imensa aridez salgada onde nada germina sem antes  volar-se .fumaça e só. 


Wilson Roberto Nogueira

Um comentário:

Anônimo disse...

BÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉHHHHHHHHHHH

Loading...