segunda-feira, outubro 24, 2016

mergulho de um penhasco ensaio o futuro com o vento das lembranças no rosto da memória até chegar as águas dos anos  sejam fundas. Nunca são o suficiente.


Wilson Roberto Nogueira

Nenhum comentário:

Loading...