sexta-feira, janeiro 30, 2009

Mais um dia na merda, estava tão acostumado com a coprofagia, que deglutia o dia saboreando com raro prazer o fedor que era seu viver. O tédio arrancava dias de sua vida, mas um ou outro assalto metia na sua cara o seu baixo-valor de mercado, era espancado pelos abutres das urbes por não ter nada ,era cobrado por não ser nada, não ter identidade social só moral, por enquanto .Seu rosto era lavado na lama da sarjeta mais próxima,ela ainda lhe sorria oferecendo os peitos murchos e a vagina podre ,ainda trepava com a náusea agarrando se nos ossos quebradiços,trocando hálitos de sepultura no cuspe quente
da miséria.
Que se foda !
Well, ele já foi parido fodido,foi expelido,CAGADO.
Wilson Roberto Nogueira

Nenhum comentário:

Loading...