segunda-feira, dezembro 08, 2008

nasceu uma flor num favo de fél
beijada pelo sol virou mel
que a noite quando a viu
sentiu as cores de seu doce perfume
e a comeu.
no útero da noite estrelas sonham
crianças negras correndo
e seus sorrisos iluminavam as trevas
voavam esperanças como plumas na tempestade
sobre rubros rios em fúria...

Wilson Roberto Nogueira

Nenhum comentário:

Loading...