domingo, outubro 24, 2010

A Corte conta castiçais de finos cristais


Lá fora a fúria fulmina a razão.

Queremos pão!

O frio faz adormecer em canções brutais

enquanto o vento varre com neve o rubor,

a dádiva da vida.

A fome alimenta a revolução e dão agasalho ao espírito.

Serviçais não aceitam mais açoites na face

A fraternidade dos acorrentados desmontam sabres

Famílias favorecidas dentro de douradas redomas

agora quebradas, procuram pagar salvação às sombras

que saem dos esgotos;só puderam pagar o preço

de serem plantados na planície e servirem de banquete

àqueles que vivem das sobras

ricos adubos às futuras gerações

sem sonhos nem ilusões.

a opressão acabou!!

Viva a ditadura do Proletariado !!

O Conselho dos operários,camponeses e soldados a saudar o Novo Amanhecer Revolucionário !

Burocratas de todo mundo Uni-vos !!



Wilson Roberto Nogueira

Nenhum comentário:

Loading...