sábado, outubro 30, 2010

Entre Tiros e Palavras

Se você disparar uma palavra à alguem, tenha certeza, ela chegará ao alvo. Como quem saca do coldre a pistola e atira, saiba, a bala não voltará ao cano da arma. Cuidado com as palavras ela faz nascer inimizades onde antes não haviam, ela assassina amizades.




Saque somente quando necessario, quando tiver bem nítido o alvo, não atire na penumbra, o ladrão poderá fugir e um filho teu poderá perecer pela tua própria mão. Ou palavra ferina.



Com a verborragia não se embriague, não se encante com a própria retórica catilina, agindo assim, agirá como o beberrão armado de valentia intoxicada e vazia, mata-se o inocente e faz gargalhar quem te alimenta o vicio, da bebida e da imprevidência.



Não te penses bacharel dos jargões indecifráveis para humilhar o cego que vagueia analfabeto, o humilde é nobre em sua franqueza, e, cordeiro não o imagines.



Agindo como o juíz da injustiça justiçando com o assassínio o empregado que da palavra pouca ousou te dizer NÃO, tão chão, mais quanta coragem cidadã; seguiu o destemido o valor das palavras diretas e enxutas, sem sinuosidades e sutis inferências, pobre, desconhecia o Olimpo que o silêncio, obsequioso das palavras difíceis exige. Pagou com a vida.



Embora soubesse, transpôs o muro do “você sabe com quem está falando”. O diploma marejado de doiradas palavras garante mais do que o privilégio, mais do que o berço e toda a acumulação, é em si mesmo um tesouro de poucos iniciados e assim foi no passado e será no futuro, diria algum empertigado, como no passado não sabe, um revólver não é uma parabellum com cabo de ouro ou cromo embora as duas tenham a mesma finalidade, o ouro distingue o coronel de posses mais avantajadas.



O domínio de uma língua estrangeira, o inglês preferencialmente, como o francês até um passado recente, denota poder e permite desenvolta circulação, conexões com um mundo desconhecido à massa,entretanto muitos conseguem atingir pleno grau de analfabetismo funcional em todas as línguas as quais domina.



Uma M16 produz mais resultados do que uma papo-amarelo, mas na mão de um chipanzé... O domínio do idioma pátrio forja as bases para o aprendizado das línguas, latinas, que línguas saborosas primas-irmãs da portuguesa, quão despetalada e cada vez mais cheirosa flor do Lácio mas quão pouca consideração te devotam.



Um tiro nas idéias e escorre o liquido vital,um cachorro sarnento veio beber a lembrança de seu dono que jaz(z).





Uma pro Santo. Axé.



Wilson Roberto Nogueira .1992.

Nenhum comentário:

Loading...