quarta-feira, outubro 20, 2010

na calçada um anel


enfim só

uma alma alada

ganhou a

liberdade

alçou vôo

ninguém viu

quando de dores

caiu .

Só a mesma calçada que

a recebeu fria

Segue adiante o cortejo

de ausências

Um trago de vida bêbada

encontrando no meio da rua

um anel de diAmantes...

Wilson Roberto Nogueira

3 comentários:

Anônimo disse...

"cortejo de ausências" é uma ótima imagem!

Anônimo disse...

só a mesma calçada que a recebeu? quem estava fria, a calçada ou a alma?

Anônimo disse...

não existe dicotomia entre a calçada e a alma.

Loading...