sexta-feira, agosto 06, 2010

Chove cinzas na escuridão

Cheguei em hora cega

não adiantaram-me a bengala nem o cão guia de um sorriso.

Me fervem o suor da alma em salineo sentimento

Flutuam fantasmas nos espelhos da face

seguem nadando sonhos em nuvens velozes.



Wilson Roberto Nogueira

Nenhum comentário:

Loading...